Imprimir esta página
Sábado, 29 Junho 2019 09:59

Atleta com pernas amputadas ganha ouro com equipe de Handebol em Minas Gerais

Avalie este item
(1 Voto)

Hiago Silva Pereira precisou amputar as pernas com 4 anos de idade, por causa de uma deficiência. Ele corria o risco de ficar sem andar. Com uma história de superação e muito treino, entrou pela equipe de Handebol da cidade de Campo do Meio, há dois meses.

 

Na primeira disputa de uma final, após quatro jogos, consegui trazer o ouro com a equipe. O resultado foi 14 a 3. “Eu apavorei, um pouquinho, mais depois eu consegui. Eu gostei muito, agora quero a regional. Vou treinar bastante o que puder, para eu poder ganhar esses jogos”.

 

O Técnico da Equipe de Campo do Meio, Professor Cláudio Alves Ribeiro Júnior, acredita que a conquista seja muito maior do que o primeiro lugar. “Independente do resultado, se é prata, se é ouro, o nosso troféu é ele. Ele que serve de inspiração pra todos nós, ele que nos levanta e nos motiva a trabalhar melhor, a correr atrás das coisas”.

 

 E o Hiago joga forte na função de armador central. Não só joga, como virou o destaque da equipe. “Ele é muito rápido, ele tem muita inteligência. Ele tem uma boa movimentação em quadra, um bom jogo”, explicou o responsável pelo time, Luiz Eduardo Rocha Neves.

 

A inspiração é compartilhada pelos colegas, que acompanham a rotina intensa de treinos e jogam de igual para igual com Hiago. “Eu aprendi muita coisa com ele. Quantas pessoas se esforçam pra praticar algum esporte e tem aquele medo de não conseguir. Mas ele mostra que está superando esse medo. Ele tem essa deficiência e está aí firme e forte jogando”, contou um dos colegas.

 

A conquista do ouro em Varginha/MG foi acompanhada de perto pela mãe, Gislaine, que viajou 100 quilômetros de Campo do Meio para ver o jogo do filho. “É emocionante porque ele foge das expectativas de uma pessoa normal. Porque, às vezes, uma pessoa normal não consegue fazer o que ele está fazendo. Isso prova que com dedicação, muito esforço, a gente consegue tudo”.

 

Fonte: GloboEsporte.com

Compartilhe nas redes sociais: